Centro Cultural

Aflor da murta está ligada à esperança e à criação. Schumann invocou-a precisamente no seu ciclo Myrten (op.25) dedicado a Clara Wieck. Nessa obra, há a constante procura da ligação entre música, poesia e canto, a relação entre artes que levaram esse compositor a reconhecer que aprendera mais de contraponto com um escritor do que com os mestres de música.


As ligações da arte com a ciência são cada vez mais orientadas para a procura de novos universos categoriais que permitam expandir o nosso pensamento. A relação criativa entre diferentes saberes e artes é cada vez mais o ponto “omega” do nosso tempo. Na perspetiva social, a correlação mais próxima é a da cooperação entre diferentes culturas e mesmo perspectivas políticas e até psicológicas em vez de confrontos e isolacionismos. A missão do Centro Cultural da Flor da Murta pode resumir-se em algumas palavras chave: artes, pensamento interdisciplinar, inclusão, comunidade, solução, sentido.

Temos o propósito de criar a partir do puro espaço concedido pela natureza e pela comunidade autárquica um sítio real e virtual conjugadamente em que os artistas, músicos, atores, escritores “entre outros” possam comunicar os seus saberes entre si e com as comunidades envolventes. Pretende-se dar à cultura como esforço para existir plenamente um lugar aberto aos que dela estão constantemente excluídos e aos que a procuram, mas não a têm encontrado com facilidade. Há assim uma tripla missão:

  • Em primeiro lugar, permitir aos artistas que criem e comuniquem, abrindo-lhes as portas e novas possibilidades de interagir;
  • Em segundo lugar, oferecer às comunidades envolventes arte;
  • Em terceiro lugar, criar através da arte vida comunitária às portas de Lisboa.

Por outro lado, comunidade inclusiva é abertura ao mundo, propondo que através das nossas descobertas criativas e culturais possamos oferecer mesmo aos que venham de fora eventos de grande importância. No coração do Concelho de Oeiras, passará a existir um lugar real para a arte e o pensamento.

Projetos


O Centro Cultural da Flor da Murta iniciou em 2017 vários projetos como uma incubadora ou mesmo um laboratório:

  • Um projeto relacionado com a música que consistirá em ateliers de formação, em recitais regulares e masterclasses internacionais;
  • Um projeto de ciclo de cinema, em que o tema será a relação entre a música e o cinema;
  • Um projeto relacionado com a literatura e comunicação;
  • Um projeto de um ciclo de conferências em que o tema será «a construção de comunidades no século 21» e que será designado como as Conferências da Flor da Murta.

Coordenação



Coordenador Executivo

Rui Pereira

Coordenador Ciências Musicais

Mário Vieira de Carvalho

Coordenador Festivais Musicais

Teresa Palma Pereira

Coordenadora Educação pela Música

Teresa Palma Pereira

Coordenador Teatro

Maria Helena Serôdio
Carlos Fragateiro

Coordenador Ciclos de Cinema

Lauro António

Coordenadora Filosofia, Ciência e Arte

Maria Fernanda Palma